1 – Orientação Sexual: abordagem interdisciplinar com Língua Portuguesa/ (ou quaisquer outras disciplinas);

2 – Como trabalhar os Temas Transversais em Língua Portuguesa/ (ou quaisquer outras disciplinas);

3 – A música como recurso didático na Produção Textual/ (ou Ed. Física, Artes, Matemática, História, etc.), ou ainda na Ed. Infantil…

4 – A mulher sob a ótica naturalista na obra “O Cortiço” (de Aluísio Azevedo);

5 – A importância da Literatura no Ensino de Língua Portuguesa nas séries iniciais do Ensino Fundamental ou na Ed. Infantil.

6 – Programa Literatura em minha casa: adequação entre obras e faixa etária/ série; Instrumento de despertar o interesse pela leitura;

7 – O preconceito em relação às obras de autores regionais na sala de aula;

8 – A riqueza filosófica nas músicas de Raul Seixas/ Gabriel, O Pensador, (ou outros cantores/ compositores: do Funk, Samba, Rock, MPB…);

9 – A riqueza filosófica nas músicas de rock nacional da década de 80;

10 – Ensino da gramática normativa no Ensino Fundamental: destinado a desaparecer? Como Adequar o ensino gramatical às novas tendências…

11 – A importância da Educação Sexual escolar na formação do adolescente; como trabalhar esta disciplina? Qual sua importância?

12 – A importância da sala de leitura/ ou grupos de leitura na formação do leitor; Articulação entre sala de leitura e biblioteca;

13 – As dificuldades na formação do hábito de leitura em alunos do Ensino Fundamental ou Médio; Que recursos utilizar?

14 – Livros e Televisão: concorrência desleal? Como conciliá-los?

15 – As dificuldades em compreender os heterônimos de Fernando Pessoa;

16 – A importância do tipo de discurso no texto narrativo;

17 – A gíria como recurso de comunicação entre grupos sociais: afronta ao convencionalismo ou originalidade/ particularidade/ individualidade?

18 – A discriminação sofrida pelo homem do campo quanto à sua linguagem;

19 – O papel da gramática na formação da Linguagem do aluno do Ensino Fundamental/ Médio;

20 – O teatro como recurso didático no ensino de Língua Portuguesa/ (ou outras disciplinas) em qualquer nível de ensino;

21 – Pseudônimos na música e na literatura: estratégia de marketing/ auto depreciação? Que motivos levam um artista a mudar de nome?

22 – As músicas de Roberto Carlos: literatura ou lixeratura?

23 – Livros Artesanais: estímulo à produção textual no Ensino Fundamental;

24 – Transposição do uso da linguagem popular para a linguagem convencional/ (culta, dominante): desafio para evitar que o processo

25 – Estudo lexicográfico nas músicas de rap e funk;

26 – As incoerências nos textos jornalísticos: desencontros entre título e conteúdo da matéria.

27 – A importância da pontuação no sentido do texto;

28 – A importância dos operadores argumentativos para a coesão textual;

29 – A popularização/ dicionarização/ incorporação linguística dos estrangeirismos; Como utilizá-los ou abordá-los sem parecer com xenofobia?

30 – Incorreções gramaticais na publicidade/ propaganda/ Textos jornalísticos;

31 – A linguagem dos pichadores: protesto, ironia, marginalidade?

32 – Histórias da vovó: destinadas a desaparecer? Como resgatar este importante recurso didático na Ed. Infantil e Ensino Fundamental?

33 – Dificuldades no ensino-aprendizagem do período composto por subordinação no Ensino Médio/ Fundamental;

34 – Literatura anônima: riqueza e talentos desconhecidos e desperdiçados/ desvalorizados;

35 – O texto humorístico como recurso didático no ensino de Língua Portuguesa/ (ou outras disciplinas);

36 – A descaracterização da obra literária nas produções televisivas e cinematográficas;

37 – Texto publicitário: discurso retórico como estratégia de persuasão;

38 – A linguagem peculiar dos oradores religiosos: estilo oratório;

39 – A linguagem característica dos oradores políticos: estratégias de persuasão;

40 – A ironia enquanto figura de linguagem utilizada nas charges jornalísticas; coletâneas e interpretações;

41 – Discurso silencioso: as charges são textos que dizem mais que mil palavras bastam saber interpretá-los;

42 – Literatura da Região Norte: contos, crônicas, lendas, músicas, romance, poesia… e sua importância na valorização dos autores regionais;

43 – Língua indígena: glossário para tradução do português e vice-versa;

44 – Educação bilíngue: desafios e vantagens (povos fronteiriços, infância, escola, indígenas); como trabalhar com alunos que falam duas línguas;

45 – Letramento e alfabetização: conceitos e fronteiras despercebidos;

46 – Traços fonéticos/ fonológicos peculiares à linguagem infantil;

47 – Variação linguística em Colorado do Oeste/ ou outro município;

48 – Linguística abordada nos PCN’s em consonância com a gramática;

49 – Análise do discurso dos sem-terra: socialistas, idealistas, baderneiros, manipulados?

50 – O estudo da Gramática: do livro didático ao texto do aluno;

51 – A dificuldade dos alunos em resumir/ sintetizar textos longos e complexos; quais as causas desta dificuldade?

52 – O discurso dos livros didáticos: a serviço da classe dominante?

53 – Livros didáticos e retratação da realidade: consonância ou dissonância? Com adotar o livro mais coerente;

54 – O ensino de Língua Inglesa na Educação básica: enganação por despreparo? Ou falta de motivação e Perspectivas entre alunos e professores;

55 – Os PCN’s: contribuíram para alguma melhoria do ensino no Brasil?

56 – Catalogação das obras publicadas em Rondônia desde a criação do Estado; Escritores em Vilhena e região;

57 – A obras de literatura infante-juvenil nas escolas: como são valorizadas?

58 – Estudo comparativo sobre o grau de evasão e repetência nas escolas públicas de Colora-do do Oeste/ (ou outro município)

59 – A influência e importância das gravuras na compreensão dos textos e no aspecto gráfico dos livros didáticos;

60 – A carga horária das disciplinas no Ensino Fundamental e Médio: suficiente e adequadamente distribuída para o satisfatório aprendizagem?

61 – Literatura como disciplina: tem alguma importância?

62 – Técnicas de Redação: disciplina necessária/ solução para o desenvolvimento da produção de textos/ saída para formar bons redatores?

63 – A literatura e sua função humanizadora no trabalho com crianças de rua;

64 – A literatura como função humanizadora trabalhada nos presídios;

65 – A importância do folclore para os estudos literários;

66 – Texto Folclórico: será literatura? Qual sua importância no ensino de Língua Portuguesa? Como aproveitá-lo para despertar o gosto pela leitura?

67 – Como trabalhar Filosofia nas séries iniciais/ (ou outras séries);

68 – A importância da disciplina de Filosofia na formação do senso crítico do aluno;

69 – Violência nas escolas: diagnóstico e soluções viáveis;

70 – A importância da participação da família na vida escolar dos filhos;

71 – Os desafios da inclusão dos portadores de necessidades especiais;

72 – O drama da repetência: quais suas consequências?/ como minimizar ou eliminar essa etapa traumática na educação brasileira?

73 – Avaliação escolar: injustiça necessária; Como avaliar sem traumatizar?

74 – Agressividade entre os alunos: o que está por trás disto/ como enfrentar o problema?

75 – Distúrbios de aprendizagem: como diagnosticá-los e enfrentar o problema? Quando é preciso da ajuda de um especialista?

76 – A utilidade do Ensino Religioso para a formação do caráter do aluno;

77 – Diversidade e/ou Pluralidade Cultural: como conciliar o diferente/ eliminando preconceitos/ como trabalhar com esse assunto em sala de aula;

78 – Como enfrentar as situações de preconceito racial, de gênero, de ideias entre outras na sala de aula? Que atitudes devem ser tomadas?

79 – Como promover a socialização na pré-escola e séries iniciais do Ensino Fundamental respeitando as individualidades do aluno;

80 – Os desafios da Educação de Jovens: transformar o cidadão;

81 – Os jogos como recurso pedagógico auxiliar no ensino-aprendizagem;

82 – Como enfrentar o problema do alcoolismo, do tabagismo, das drogas nas escolas? Denunciar, educar, ignorar ou transferir responsabilidades?

83 – Dislexia: um problema comum nas escolas que precisa de atenção;

84 – Portadores de Necessidades Especiais: inclusão ou exclusão?

85 – Como aproveitar a tecnologia para incrementar a aula (TV, vídeo, computador, Internet, retroprojetor, aparelho de som).   86 – Informática nas escolas: necessidade para acompanhar a evolução;

87 – Inteligências múltiplas: como aproveitar o potencial de cada aluno?

88 – Como trabalhar a autoestima em sala de aula para tornar as aulas menos cansativas e mais proveitosas;

89 – Interdisciplinaridade X Transdisciplinaridade X Intradisciplinaridade: há diferença entre estes conceitos e sua aplicação prática em sala de aula?

90 – A dança como instrumento auxiliar no ensino-aprendizagem;

91 – Como trabalhar Matemática utilizando-se do conhecimento adquirido pelo aluno; aplicação teórica a partir da prática vivida pelo aluno;

92 – Ensinar Ciências observando os fatos cotidianos vivenciados pelo aluno; teoria aplicada na prática;

93 – Estudar Geografia utilizando-se do espaço em que o aluno vive;

94 – Ensino de História: relação entre a sociedade passada e a sociedade em que vive o aluno; Compreendendo sua origem; respeito aos antepassados;

95 – Alfabetização: é possível desvencilhar-se da tradicional cartilha?

96 – História que não está nos livros: a vida do aluno;

97 – Classes de Aceleração: experiência que deu certo?

98 – Trabalho com sucata: uma ideia que funciona em qualquer disciplina;

99 – Jornal Estudantil: estímulo à criatividade do aluno e à integração entre turmas e turnos;

100 – Grêmios Estudantis: porque não são mais atuantes nos ambientes escolares? Interesse dos alunos ou proposital falta de incentivo;

101 – o uso do caderno de caligrafia: ajuda a melhorar a letra ou é perca de tempo? Como os educadores encaram esta questão?

102 – Pedagogia de Projetos: modismo ou solução para melhoria da qualidade da educação?

103 – Professor: ainda é considerado como uma vocação/ missão ou é uma profissão que deve ser encarada como qualquer outra?

104 – A poesia como recurso didático para auxiliar na alfabetização de alunos com dificuldades ou desinteresse;

105 – A introspecção em Clarice Lispector: Recurso literário pouco utilizado devido ao alto grau de complexidade em sua criação e compreensão;

106 – A [des]autoridade dos professores em sala de aula e as consequências para a qualidade do ensino-aprendizagem dos alunos;

107 – Os conselhos Tutelares ajudam ou prejudicam o trabalho dos professores em sala de aula?

108 – O ECA – (Estatuto da Criança e do adolescente) – contribui ou prejudica o trabalho dos professores em sala de aula?

109 – Utilização dos desenhos animados como recurso didático em sala de aula; ou novelas, filmes, outros programas televisivos…

110 – A TV Escola realmente tem sido utilizada como suporte nas escolas às aulas dos professores nas diversas disciplinas e níveis de ensino?

111 – Ensinar Língua Inglesa a partir de letras de músicas  internacionais e sua tradução e versão para o português;

112 – a aquisição da linguagem influenciada pela classe social;

113 – a metáfora como elemento essencial na criação da linguagem humorística;

Sugestões: Professor Ronildo do Nascimento

Facebook Comentários

Envie seu comentário